[Resenha] A Busca, por Sean McDowell e Bob Hostetler

livro-a-busca-sean-mcdowell-bob-hostetler_1

Título: A Busca
Autores: Sean McDowell e Bob Hostetler
Editora: BV Books, 2015
323 páginas

Sinopse

Um único telefonema lançou a jovem Emma Seeger, de vinte e três anos, em uma longa jornada que se tornou mais perigosa e cheia de consequências do que ela poderia imaginar… ou temer.

A ligação é da mulher que Emma mais despreza no mundo – sua madrasta. Aquela que havia tirado Daniel dos braços de Emma. Ela o transformou em um Cristão “nascido de novo”, casou-se com ele e o arrastou para Israel, onde trabalhavam como missionários – uma função que Emma via como distorcida ou como algo completamente perigoso.

Emma descobre que seu pai desapareceu em meio à crescente tensão política e violência do momento. Após recentes esforços para tentar encontrá-lo fracassarem, Emma embarca em uma odisseia repleta de aventura, frustração, perigo em companhia improvável – sua madrasta, Katya -, cuja fé causa repulsa em Emma e a intriga. Suas incompatíveis personalidades e convicção podem até mesmo pôr em risco o sucesso do único objetivo que têm em comum: encontrar Daniel e trazê-lo de volta em segurança.

Resenha
Muito bem, gente! Esse é o primeiro romance cristão que leio. Sou católica e respeito todas as religiões mas particularmente não sou muito fã de livros religiosos. Não me julguem! Kkkk Isso não quer dizer que esses livros são desnecessários, pelo contrário, ajuda muita gente a entender o universo espiritual. E qual o melhor jeito de evangelizar senão através dos livros, das palavras? Ficção e religião dá uma mistura boa. Então, conheçam um pouco da história deste livro.

Emma Seeger é a típica universitária que trabalha para pagar suas aulas na faculdade. Ela cuida de dois irmãos gêmeos de três anos de idade e ainda trabalha numa cafeteria local para conseguir se manter em um apartamento em Ohio e também manter seus estudos. Ah mas por que ela tem que trabalhar para estudar? Depois que seu pai, Daniel, comunicou a ela que tinha conhecido uma pessoa e que a pediria em casamento logo logo, Emma se sentiu abandonada. Esse sentimento é reforçado quando seis meses após o casamento seu pai e a mulher chamada Katya decidem se mudar para Israel.

Israel? Por quê?  Simples assim: Katya é escritora de livros cristãos e uma pessoa muito devotada a Deus. O que espanta Emma nessa decisão é que seu pai sempre fora um desacreditado em religiões e portanto, para ele não havia ninguém lá em cima influenciando suas ações. Todavia, Katya com a sua devoção consegue evangelizar Daniel e incentivá-lo a trabalhar como missionário em Israel.

“Ele me ensinou tudo que era importante e nunca me ensinou a acreditar em Deus. Ele dizia que era como álcool ou drogas – intensifica a personalidade. Tipo, se uma pessoa fosse boa, a religião, às vezes, a tornava uma pessoa melhor; mas se uma pessoa fosse má, a religião a tornava pior.”

Distância entre pai e filha não é uma recomendação que eu daria mas sobre a separação de Emma e Daniel não vejo como uma atitude maldosa de Katya. Emma tem 23 anos, já trabalha e continua a estudar. Seu pai, viúvo desde que Emma era uma criança, tem a oportunidade de ser feliz com Katya em Israel, por que não ir? Entretanto, Katya não esperava que essa decisão poderia por em risco a vida de Daniel que se encontra desaparecido depois de ir a uma missão.

Emma recebe diversas ligações de Katya porém não as atende prontamente. Sua aversão  pela mulher que afastou dela seu pai faz com que ignore as ligações e mensagens. Nunca passaria pela cabeça de Emma que as ligações fossem urgentes e trariam más notícias. Quando ela resolve atender a ligação de Katya, descobre que seu pai está desaparecido há três dias e que Katya não obteve nenhuma informação sobre Daniel durante esse tempo todo.

Emma, desesperada e sentindo-se impotente com essa descoberta, antes de ir a Israel se juntar a Katya, conversa com uma rabina sobre oração e pede ajuda a um deputado para que ele possa fazer algo de nível burocrático que a ajude a encontrar seu pai. Essas atitudes são tomadas porque Artie, amigo com o dobro da idade de Emma e também seu vizinho barbeiro, diz que falar com essas pessoas pode oferecer calma a ela nessa situação de impotência. E realmente ela se sente melhor depois disso e até começa a orar um pouquinho mesmo sem acreditar em Deus.

Mas como Emma consegue viajar pra Israel se ela não tem dinheiro nem pra pagar a faculdade direito? Com certeza, vocês estão se fazendo essa pergunta. Pois bem, a bendita da Emma simplesmente acaba se lembrando de que seu pai sempre lhe dava títulos de poupança no valor de 100 dólares como presente de aniversário e os encontra em uma pasta junto a documentos importantes como o seu passaporte. Munida dos títulos e do passaporte, Emma vai ao banco trocar os títulos pelo dinheiro e depois compra a passagem de ida para Israel. Agora me digam: como alguém consegue esquecer que tem dinheiro guardado????? kkkkkkkk

E agora? O que fazer? Como achar seu pai em um lugar tão distante e desconhecido? Será que Emma conseguirá trabalhar junto com Katya para um objetivo maior? Será que Deus as ajudará nessa busca? Emma passará a acreditar e ter fé em Deus? Ou será que essa união entre as duas não trará bons resultados?

Ansiosos para descobrir como será essa mudança de ambientes? Embarque nessa viagem com a Emma também!! ;).

Sean McDonnel e Bob Hostetler tentam passar uma lição através dessa ficção. Existe uma força maior por trás de tudo que acontece? Com capítulos compostos de orações feitas por Katya durante sua busca por Daniel, os autores conseguem trazer o leitor para dentro da história.

Recomendo este livro para os desacreditados e para os acreditados que talvez possam estar em dúvida sobre o valor que a vida de cada um tem.

BiblioBeijos!!! 🙂

Postado por Bella.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s