[Livro do Dia] 1789 – A História de Tiradentes e dos Contrabandistas, Assassinos e Poetas que lutaram pela independência do Brasil

Olha o feriado aí, minha gente!

Todo mundo ama um feriado não é mesmo? Mas muita gente não pensa o significado e qual feriado é esse. Então decidi que, em Feriados Nacionais, vou divulgar um livro sobre este dia ou algum que tenha alguma relação.

Um pouco de história!
“No dia 21 de abril é comemorado no Brasil o Dia de Tiradentes, uma data criada para homenagear Joaquim José da Silva Xavier, um ativista político que se transformou em herói nacional.

A história de Tiradentes está totalmente relacionada à Inconfidência Mineira, um movimento ocorrido nos séculos XVII e XVIII que tinha como objetivo a separação do Brasil do domínio de Portugal. Tiradentes ficou preso por três anos, esperando seu julgamento. Todos os outros homens envolvidos na Inconfidência Mineira escaparam de uma pena maior, já que possuíam muitos bens; a maioria optou pelo exílio. Apenas Tiradentes foi condenado à pior das punições: em 21 de abril de 1792, foi enforcado e esquartejado.”

(Fonte: História de Tudo)

E, para retratar a época da Inconfidência Mineira e a luta pela Independência do Brasil, segue abaixo uma dica de leitura para o seu feriado!

Image and video hosting by TinyPic1789 – A História de Tiradentes e dos Contrabandistas, Assassinos e Poetas que lutaram pela independência do Brasil
Pedro Doria
Harpercollins
Compre: Amazon // Saraiva

» SINOPSE «
Depois do enorme sucesso de 1565 – Enquanto o Brasil nascia, o jornalista Pedro Doria apresenta aos leitores um novo passeio pela história do Brasil. Desta vez, em 1789 – a história de Tiradentes e dos contrabandistas, assassinos e poetas que lutaram pela independência do Brasil, ele refaz a trajetória dos protagonistas da Inconfidência Mineira. Tiradentes, Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga, Inácio José de Alvarenga Peixoto e tantos outros que integraram o grupo de mentes brilhantes envolvidas na conspiração mineira ressurgem em uma narrativa envolvente e repleta de detalhes impactantes que se perderam no tempo.

Numa narrativa ágil e envolvente e com a mesma maestria com que revisou a formação da identidade nacional, Pedro Doria relata as tramas, os discursos, a articulação, os sonhos e, por fim, os interrogatórios e o julgamento dos líderes do mais trágico movimento pela independência do Brasil, que terminou com um mártir esquartejado.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s