[Resenha] Grana Torpe, por Felipe Frasi

Olá leitores queridos! 

Hoje eu trago para vocês a resenha do livro Grana Torpe do escritor Felipe Frasi. Este é o segundo livro que lemos em parceria com a Ler Editorial, e temos o prazer de resenhar este livro que tem tanto a ver com a realidade que vivemos atualmente no Brasil.

Quer conhecer mais um pouco?

Image and video hosting by TinyPic♦ SINOPSE 
Uma obra que explora a realidade de forma nua e crua.
O tema central abre caminho para um retrato das interações sociais em uma sociedade cada vez mais individualista e consumista.
Os 15 contos apresentados abordam questões polêmicas, sem pretensão de que sejam respondidas, apenas refletidas e discutidas.

Compre o livro
AMAZON  LOJA VIRTUAL LER

 

RESENHA 
No livro Grana Torpe o autor nos apresenta, em 15 contos, uma realidade que está, muitas vezes, na nossa frente e nós não percebemos ou fingimos que não percebemos. No mundo, o capitalismo acaba controlando e manipulando muitas coisas e pessoas, e em contos como “Bom Negócio” onde a fixação pelo dinheiro é tão absurda que os pais pensam em entregar a própria filha para adoção para poderem ganhar dinheiro, para depois “resgatá-la”.

O trabalho, e até mesmo ações ilegais são retratadas durante os contos de forma com a qual é impossível não relacionar com a realidade vivida no Brasil atualmente. A ambição e o status social acabam se tornando maiores do que a própria ética e o respeito pelas pessoas, fazendo pessoas que se diziam corretas, se transformam quando estão diante do dinheiro. 

“Puxou a carabina e abriu fogo contra todos os presentes.”
Conto “Estupro no Bar do Amor” – p. 71

 

O conto “A Última Festa”, por exemplo, a mulher como moeda de troca para prazer e luxúria é muito bem retratado por momentos que, eram pra ser de diversão e comemoração, as festas acabaram sendo usadas como meio para mascarar negociações, vendas de drogas e até mesmo de prostituição. 

Felipe conseguiu criar espaços muito reais onde as situações se passam, então isso contribuiu muito para que todo o contexto se encaixasse. Como retrata uma realidade, existem situações que acabam se tornando muito violentas, e seria uma leitura para maiores de 16 anos, no mínimo.

O mais incrível é que, quando você está lendo, se pega refletindo momentos que muitas pessoas já passaram, e acaba percebendo que isso é tão corriqueiro, que você não percebe. Por ter apenas 112 páginas, a leitura é bem tranquila e rápida, e muito indicada para quem está em ressaca literária.

AVALIAÇÃO: ★ ★ ★ ★ ★ 4/5

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s