[Resenha] Amor Para Um Escocês, por Sarah MacLean

1461-20170320145509Título: Amor para um escocês
Série: Escândalos e Canalhas, 2
Autor: Sarah MacLean
Editora: Gutenberg, 2017
302 páginas

*SINOPSE*
Lillian Hargrove viveu sozinha por anos, reclusa, ansiando por amor e companhia. Desiludida de que todos os seus sonhos pudessem um dia se tornar realidade, a mais bela jovem da Inglaterra se envolve com um artista libertino e mentiroso, que promete amá-la para sempre e implora para que ela pose como sua musa para um escandaloso retrato.

Encantada pelo carinho e pela admiração que recebe dele, Lily aceita a proposta e se entrega de corpo e alma ao homem mais falso de Londres, mas fica exposta para toda a Sociedade, tornando-se motivo de piada e vergonha.

A jovem, entretanto, não esperava que um bruto escocês, recentemente intitulado Duque de Warnick e nomeado seu guardião, atravessasse a fronteira da Inglaterra para impedir que a ruína a alcançasse.
Warnick chega em Londres com um único objetivo: casar sua protegida – que é bonita demais –, transferindo o problema para outra pessoa, e, em seguida, voltar à sua vida tranquila na Escócia, longe daquele lugar odioso que é Londres.

O plano parece perfeito, até Lily declarar que só se casaria por amor, e o duque escocês perceber que, aparentemente, há algo naquele país que ele realmente gosta…

Olá, pessoal!

Hoje venho apresentar a vocês o segundo livro da série Escândalos e Canalhas de uma das minhas autoras favoritas do gênero Romance de Época, Sarah MacLean.

O bom da série é que são livros independentes. O único spoiler que vocês podem encontrar é descobrir quem forma o casal do livro anterior, o que não considero spoiler, mas tenho amigas que me matam se eu conto (risos).

A história de Amor para um escocês já começa com uma frase arrebatadora: “Se você quer um romance, peça-o a um escocês.” Fiquei como?? Desesperada pra terminar o livro porque já queria chegar na parte em que o personagem Alec Stuart, o escocês, falaria isso para Lilian Hargrove, nossa querida Lily (risos).

Mas como a vida desses dois vai se cruzar ao longo da história? Simples assim: Alec está em sua casa na Escócia quando recebe uma visita de um advogado chamado Bernard Settlesworth informando-o de que Alec agora é o dono do Ducado de Warnick, tornando-se duque. Depois da morte de 17 herdeiros deste ducado, o título cai nas mãos de Alec.

Continuar lendo

[Divulgação] Escritor Igor Dmirkutska

Olá, leitores maravilhosos!!

Hoje venho aqui apresentar para vocês um escritor que conheci mês passado em um evento de literatura fantástica.

Igor Dmirkutska é autor do livro “Senhores do Anoitecer: Lua de Sangue” e do livro “Bibliofobia: Contos Macabros” que estão disponíveis na Amazon em ebook.

Autor principiante no universo da fantasia, o jovem autor caiçara, Igor Dmirkutska iniciou sua jornada literária em 2008, aos doze anos de idade – quando escreveu seu primeiro livro -, só vindo, porém, a ser publicado em 2015, com Senhores do Anoitecer: Lua de Sangue, uma dark fantasy que resgata elementos clássicos da literatura gótica em um cenário urbano repleto de ação. É autor também da antologia creepy Bibliofobia: Contos Macabros, além de outros contos e roteiros.

Capa - Senhores do Anoitecer - Lua de SangueSENHORES DO ANOITECER – LUA DE SANGUE

Sinopse: Por entre as sombras turvas de nossa sociedade, escondem-se seres cujos nomes e formas insistimos em esquecer, alguns dos quais a nefasta existência negamos até nosso último suspiro de sanidade… Porém, isso não os torna menos reais.
Uma guerra tem sido travada entre essas criaturas noturnas desde muito antes do que se possa imaginar, no entanto, é na alvorada do terceiro milênio que o mais terrível desses embates ocorrerá e, sob a luz da Lua de Sangue, os senhores do anoitecer se enfrentarão… Talvez pela última vez.

(AmazonWattpad)

Continuar lendo

[Resenha] Todo Mundo Vê Formigas, por A. S. King

Olá, pessoal!!!

Venho hoje trazer a resenha desse livro que foi debatido no Clube do Livro da Gutenberg semana passada no Rio de Janeiro. Esse é um daqueles livros que você diz: Nunca julgue um livro pela capa!!

Espero que vocês também tenham a oportunidade de ler essa história.

1421-20161014093208Título: Todo mundo vê formigas: todo mundo tem algo a dizer

Autor: A. S. King

Editora: Gutenberg, 2016

237 páginas

*SINOPSE*

“A 1ª coisa que você precisa saber é que tudo o que eu fiz foi uma pergunta idiota. A 2ª coisa que você precisa saber é que essa pergunta idiota me trouxe muitos problemas com Nader McMillan, o cara que faz bullying comigo desde que eu tinha 7 anos. E uma semana atrás ele pegou bem pesado comigo. Foi aí que eu comecei a ver formigas. A 3ª coisa que você precisa saber é que meu avô Harry desapareceu durante a Guerra do Vietnã e nunca foi encontrado. Então, todas as noites, eu tento resgatá-lo da sua prisão na selva em meus sonhos. Mas nunca consigo. A 4ª coisa que você precisa saber é que minha mãe é uma lula e meu pai, uma tartaruga. Ela tenta afogar os seus problemas nadando o dia todo em uma piscina pública, e ele nunca está por perto e desaparece dentro da casca no primeiro sinal de confronto. Então, se juntarmos Nader McMillan, a minha pergunta idiota, vovô, e tudo o mais na minha vida, somos só eu e as formigas.”

RESENHA

Lucky Linderman, um garoto de 15 anos, vivencia o ensino médio com algumas batalhas pessoais a serem vencidas.

Seu pai é chefe de cozinha de um restaurante da cidade de Frederickstown passando muito tempo fora de casa e sua mãe é dona de casa viciada em natação e portanto adora uma piscina onde ela pode a qualquer momento nadar pelo tempo que precisar.

Continuar lendo

[Precisamos falar sobre] STALO! Encontro de literatura fantástica com o Acervo do Leitor

Olá, pessoas lindas!!!

Hoje venho aqui falar um pouco do 1º Encontro de literatura fantástica organizado pelo Acervo do Leitor e Reino dos Livros em parceria com a editora Leya Brasil.O evento ocorreu na última sexta-feira dia 31/03 no Sindicato Nacional de Editores de Livros (SNEL) localizado no Centro do Rio de Janeiro. A ideia do evento é divulgar os autores nacionais do gênero e debater sobre o mercado editorial do mundo da fantasia e da ficção científica no Brasil.

Em um primeiro momento, houve a apresentação individual dos autores presentes. Foram eles:

Leonardo Reis (autor independente Amazon) – Dragões da tempestade

“Para assegurar que os horrores da guerra não retornariam, os sacerdotes criaram uma ordem sagrada, os Dragões da Tempestade, guerreiros preparados desde a infância, para um único propósito: nunca serem derrotados e assim preservarem a paz. Por séculos eles cumpriram sua missão.
Mas uma antiga profecia está prestes a se realizar: o Imortal será revelado, arrastando os Campeões do Dragão pelas portas da morte, trazendo a guerra derradeira e o fim das Três Nações. Ao mesmo tempo os sacerdotes têm visões sobre o nascimento de Zairos, um guerreiro cujas escolhas poderão mudar o destino do mundo. 
Porém quando um antigo inimigo retorna para lhe tirar tudo de novo, Zairos se divide entre o dever e a vingança, em um caminho que pode deflagrar as forças imortais da antiga profecia em uma guerra sem precedentes, destruindo tudo aquilo que ele jurou proteger.Uma fantástica e épica jornada, cheia de ação e drama, glória e tragédia, honra e traição, amor e ódio, vingança e redenção. Sangue, lágrimas, um toque de fantasia e surpresas inimagináveis em um final de tirar o fôlego, criando uma história sem precedentes e uma lenda imortal.
Caminhe lado a lado com os Dragões da Tempestade, descubra os mistérios da sangrenta profecia e faça a sua escolha: paz ou… GUERRA?”

Brenda Bernsau (autora publicada pela editora Jaguatirica) – Sophia, Alexia e o mundo além daqui

“Uma caixinha de música quebrada. Foi o que Sophia e Alexia, duas crianças que vivem em um vilarejo afastado, herdaram da avó que as criou. Isso, e o forte vínculo que uma criou pela outra. O objeto, que inicialmente parecia inútil, mostra ser possuidor de grandes poderes quando as crianças conhecem Prisca, uma irmã da falecida avó. Através da magia da caixinha, ambas são transportadas para um mundo onde há dois sóis, criaturas fantásticas de todas as espécies e uma natureza impensável. No entanto, as irmãs acabam sendo separadas por forças maiores e, tendo de sobreviver uma sem a outra, elas enfrentam numerosos desafios. Sophia acaba por ser amaldiçoada e, para quebrar o feitiço, tem de coletar as melodias dos poentes, enquanto que Alexia perde a memória. E, para agravar ainda mais a situação, o mundo maravilhoso está em colapso. Agora, apenas se superando, contando com a ajuda de bons amigos, do curiosíssimo Prometeu e do legado deixado pela avó, as irmãs poderão salvar a si mesmas e ao Mundo além daqui”

Danilo Sarcinelli (autor independente Amazon) – Passagem para a escuridão

“Noite após noite, as sombras travam uma batalha silenciosa pela alma do jovem príncipe Lúcio Dante. Há poucos dias de seu aniversário de dezoito anos, Lúcio se vê envolvido em uma série de eventos que o farão questionar tudo que sabe sobre si mesmo e sobre sua origem. Um atentado contra sua vida coloca a família real em estado de pânico, em especial às vésperas do regresso de seu tio César, o príncipe exilado. O fanatismo inconsequente de César levou seu pai, rei Augusto Dante, a bani-lo do reino e agora ele retorna, trazendo na bagagem um segredo capaz de mudar o destino da humanidade. A guerra contra os seguidores das trevas está para recomeçar e ambos os lados buscam seus reforços. Quando o sol se põe no paraíso, será preciso muita coragem para seguir em frente e enfrentar a escuridão.”

Diogo Andrade (autor independente Amazon) – A canção dos Shenlongs

“Os tempos mudaram. A ascensão do Império de Housai obrigou os monges guerreiros shenlongs a se isolarem cada vez mais. Com o passar dos anos, os Quatro Templos sagrados se tornaram seu último refúgio. Os Antigos se foram. Seus descendentes desapareceram. Aqueles que resistem à nova ordem estão enfraquecidos.
Por mais de mil anos, o Templo da Montanha, Shanjin, se manteve firme em Linshen. E para Mu, Shanjin é sua casa. Chegou ao templo ainda criança junto de seu irmão, Ruk. E, quando Ruk é expulso da ordem monástica, Mu vive o conflito entre a dor da perda e se manter como um shenlong, fiel aos ensinamentos e o caminho de retidão. 
Os problemas se agravam quando um espadachim misterioso traz a notícia da grande ameaça que pode abalar os Quatro Templos. O exílio não durará. Agora, os shenlongs de Shanjin devem reforçar suas defesas e se preparar para o combate. Pois, desta vez, nem a Barreira será suficiente para protegê-los.
Em a Canção dos Shenlongs, Diogo Andrade introduz um universo ficcional elaborado com suas próprias regras, leis, deuses, religiões e relações de poder, que transportam o leitor para uma realidade de grande imaginação.”

Rafael Cordeiro (autor independente Amazon) – Até que a morte nos separe

“Até aonde você iria por amor?
Quando um jovem viúvo chega em casa e encontra sua esposa sentada casualmente no sofá da sala, algo certamente está errado. A dantesca cena é o gatilho inicial para uma jornada rumo ao misterioso, onde o amor é capaz de desafiar os limites da vida e da morte. 
Neste romance, fantasia e realidade estão muito mais relacionadas do que pensamos: deuses podem estar na sua esquina; demônios podem estar no seu quarto. O imprevisível caminho trilhado pelo protagonista o levará a lugares proibidos, a lugares esquecidos, tudo em busca de sua amada.”

Cristina Pezel (autora independente Amazon)– O mundo de Quatuorian

“Quatuorian é um mundo formado por quatro Terras: Probatus, Crystallos, Jucundus e Caldária. Sob o céu, luas e sóis definem o seu destino. Pessoas com poderes especiais, animais e seres gigantes povoam este universo permeado de profecias e poderes vulcânicos.
Três jovens e os Mestres do Parteon constatam que uma profecia milenar está se realizando e que o retorno de um lendário Imperador está próximo. Teriva, Julenis e Vinich percebem-se parte da profecia maior que os unirá para enfrentar o mal que se instalou em seu mundo.”

Joao Paulo Silveira (autor independente Amazon) – O último dos guardiões: Insurreição

“Um Reino em paz…
A sociedade é governada por um conselho igualitário…
As guerras há muito tempo terminaram…
Mas quando a cobiça pelo poder fala mais alto… Eclode uma batalha sangrenta, como nenhuma outra antes.
Uma guerra que durara vinte anos fora vencida por um feitiço arcano, libertando um mal hediondo na terra. Milhares de vidas foram sacrificadas para que a ânsia de poder de alguns fosse saciada. Uma cidadela fora erigida para treinar novos guerreiros e fazer frente à ameaça. 
Após anos de batalha um guardião veterano acredita que poderá enfim deixar a frente de batalha, mas um acordo doentio destrói suas esperanças. 
Conseguirá este guardião se reerguer, combater o poder instituído e ainda ajudar seu povo a erradicar os exércitos infernais?.”

Stefano Sant’Anna (autor publicado pela editora Empíreo) – Inverno negro

“Leonan Albuquerque é um adolescente comum que morava com a mãe no Rio de Janeiro. Com sérios problemas para se socializar e sem amigos, Leo, além dos conflitos com a mãe, se sentia estranho e deslocado no meio dos garotos de sua idade.
A vida era muito sem graça, até que Leo recebe a estranha visita de um guerreiro de outro mundo que revela a verdade: A vida de Leonan na Terra era uma grande mentira. Principalmente a sua família! 
Sem saber o que fazer e a quem recorrer, Leo segue com o guerreiro para o planeta onde ambos pertencem. Lá, o garoto descobre que é de uma família real: ele é o herdeiro de Starlândia. E o rei, o seu verdadeiro pai, está desaparecido. A busca por respostas e pela verdadeira família faz com que o jovem enfrente perigos que exigirão mais do que ele esperava ser capaz de enfrentar.
O príncipe, agora, tem que correr contra o tempo para dominar o poder do Éter e encontrar uma forma de salvar o rei e o seu verdadeiro lar, antes que a maldição do Inverno Negro arruine o planeta onde o garoto nasceu, e que mal conhece.
E mais, Leo deve lutar pela própria sobrevivência, pois o príncipe de Starlândia está sendo caçado!

Romulo Felippe (autor publicado pela editora Drakkar) – Monge Guerreiro

“Maior rei da história da França, Luiz IX (hoje São Luiz) determina que duas das mais importantes relíquias do Cristianismo sejam transportadas dos confins da Terra Santa e da Grécia binzantina até o coração do seu reino. De Jerusalém partem os valentes Cavaleiros Templários liderados pelo grão-mestre Christopher Blancher, um experiente combatente que carrega preso à armadura a coroa mais poderosa do mundo; do Monte Meteóra, e por decisão do destino – quiçá divina –, parte o monge ortodoxo Bastian Neville, um dissidente da Ordem do Templo, cuja missão é levar de encontro aos antigos irmãos de armas a Lança de Longinus. Entre as duas relíquias sagradas, entretanto, há um rei pagão de nome Slatan Mondragone. Sua missão? Reduzir a pó todos os reinos Cristãos. E para isso uma profecia deverá ocorrer na boca do Vesuvius, o vulcão mais furioso da Europa. Com mais de oitenta personagens e combates épicos – eclodindo em um final apoteótico no coração de Veneza – Monge Guerreiro narra não uma, mas diversas odisseias no coração negro do século XIII.”

Após a apresentação desses autores, os organizadores abriram espaço para os blogueiros presentes se apresentarem e falarem um pouco de seus blogs. Além de mim, tinham 8 blogueiros no evento.

Paramos para almoçar e depois rolou um bate papo bem interessante sobre o mercado da ficção fantástica no Brasil com Affonso Solano (autor da série de livros Espadachim de carvão e coordenador do gênero de fantasia da editora Leya Brasil), Enéias Tavares (autor do livro A lição de anatomia do temível Dr. Louison, primeiro volume da série Brasiliana Steampunk) e Raphael Castilho (representante da editora Leya Brasil).

Como resultado, foi discutido que uma integração maior entre os autores nacionais pode fazer com que o gênero fantasia se destaque e tenha mais espaço entre o público leitor brasileiro e consequentemente no mercado editorial. E os blogueiros estão mais do felizes em ajudar no processo de divulgação do gênero fantasia e ficção científica.

17626629_1838698206376981_5244654294676281640_n

Gostei muito do projeto Brasiliana Steampunk. Percebo que o Steampunk (um subgênero da ficção científica onde as histórias são ambientadas no passado mas as tecnologias modernas são apresentadas na história antecipadamente ao período real) vem ganhando bastante espaço entre os leitores. Já garanti meu primeiro livro do gênero pra entrar nesse universo fantástico.

Venham para o mundo da fantasia também!!!!

Bibliobeijos!

Postado por: Bella.

[Resenha] Contos e Poemas Góticos de Carlie Marie, por Catia Mourão

contos_e_poemas_goticos_de_car_1469512693529397sk1469512693b1Que tal conhecer uma personagem bem sobrenatural e linda mas com sérias dúvidas sobre si??? Apresento a vocês Carlie Marie!!!!

Título: Contos e poemas góticos de Carlie Marie

Autor: Catia Mourão

Editora: Ler editorial, 2016

2. ed., 99 páginas

*SINOPSE*

Neste livro, a autora Catia Mourão nos apresenta uma coletânea de textos, que vão de poesias góticas a contos de suspense e terror. Escritos e publicados originalmente em espanhol, os textos refletem os sentimentos da vampira Carlie Marie, que posteriormente veio a se tornar personagem central da saga Mais Além da Escuridão.

RESENHA

Pra começar, explico a vocês que esses contos e poemas são escritos em primeira pessoa tendo como narradora a própria Carlie Marie. Quem é ela? Personagem principal da saga Mais além da escuridão, a qual a autora Catia Mourão escreve junto ao autor Johnathan Souza.

Descobri lendo uma entrevista da Catia dada ao blog Três leitoras que esses contos e poemas foram escritos em espanhol quando a autora usava o pseudônimo Carlie Marie.A personagem é uma vampira que vive um triângulo amoroso com um vampiro e um anjo caído.

Continuar lendo

[Resenha] A Rosa Branca, por Amy Ewing

a2brosa2bbranca

Título: A Rosa Branca

Autora: Amy Ewing

Série: A Cidade Solitária

Editora: Leya, 2016.

316 páginas

 

Olá, pessoas!!

Venho apresentar a vocês o segundo livro da série A Cidade Solitária. Não li o primeiro livro da série, porém isso não dificultou a leitura do segundo porque a autora, ao longo da história nos dá algumas lembranças do que já ocorreu.

Além disso, li algumas resenhas sobre A Joia que me ajudaram bastante. Então, vamos à história!!

*Sinopse*

“No livro I da série A Cidade Solitária, A Joia, Violet Lasting é comprada por uma das mulheres mais poderosas da realeza, a Duquesa do Lago, e vai viver com ela na Joia, o círculo onde mora toda a nobreza. A Cidade Solitária é dividida em cinco círculos: Joia, Banco, Fumaça, Fazenda e Pântano. Violet nasceu no Pântano e foi escolhida como substituta, nome dado às garotas que têm um poder especial: os Presságios, que lhes possibilitam gerar os bebês das mulheres da realeza. Assim, Violet tornou-se a substituta da Duquesa. No entanto, a jovem logo descobre que a vida na Joia é difícil para quem não faz parte da realeza.

Agora, no livro II, Violet terá um grande desafio. Precisará fugir do círculo nobre da cidade Solitária para salvar a própria vida e a do seu amado, Ash. O casal contará com ajudas preciosas na busca por um refúgio na Rosa Branca, uma casa na Fazenda, onde terão proteção e paz, libertando-se da vida de servidão que levavam. Porém, eles vão descobrir que uma grande revolução está sendo planejada contra a realeza, algo que afetará a vida de todos na Cidade Solitária.

A Rosa Branca traz novas e incríveis reviravoltas e será impossível não ficar ansioso pelo último livro da trilogia.”


*Resenha*
Violet Lasting está trancada em seu quarto no Palácio do Lago onde a Duquesa a mantém presa porque a encontrou na cama com Ash, o acompanhante de sua sobrinha Carnelian. O que é considerado traição e Ash consequentemente será morto em breve. A Duquesa o prendeu em uma cela nas masmorras do Palácio. Violet só não é morta porque é muito preciosa para a Duquesa já que é sua substituta e, portanto gerará sua filha. Isso não impede que a Duquesa bata em Violet ou a faça sofrer de outras formas.

O que Violet não esperava era um resgate feito pelo próprio filho da Duquesa, Garnet, que a ajuda a sair do quarto e está prestes a fugir com ela do Palácio. Garnet está trabalhando junto com Lucien, dama de companhia da realeza, para tirar Violet das mãos da Duquesa.Confesso pra vocês que demorei um pouquinho para entender que homens exerciam a função de damas de companhia na Joia. Mas Violet não deixará Ash nas masmorras para morrer a qualquer momento e pede para Garnet ajudá-la a libertar Ash.  Outra surpresa aparece na história. Carnelian surge nas masmorras e liberta Ash. Como seu acompanhante ela encontrou nele um amigo e não gostaria que ele fosse morto e se dependesse dela ele poderia ser bem mais que um amigo. Pena que o coração dele já tem dona.

Continuar lendo

[Resenha] A Busca, por Sean McDowell e Bob Hostetler

livro-a-busca-sean-mcdowell-bob-hostetler_1

Título: A Busca
Autores: Sean McDowell e Bob Hostetler
Editora: BV Books, 2015
323 páginas

Sinopse

Um único telefonema lançou a jovem Emma Seeger, de vinte e três anos, em uma longa jornada que se tornou mais perigosa e cheia de consequências do que ela poderia imaginar… ou temer.

A ligação é da mulher que Emma mais despreza no mundo – sua madrasta. Aquela que havia tirado Daniel dos braços de Emma. Ela o transformou em um Cristão “nascido de novo”, casou-se com ele e o arrastou para Israel, onde trabalhavam como missionários – uma função que Emma via como distorcida ou como algo completamente perigoso.

Emma descobre que seu pai desapareceu em meio à crescente tensão política e violência do momento. Após recentes esforços para tentar encontrá-lo fracassarem, Emma embarca em uma odisseia repleta de aventura, frustração, perigo em companhia improvável – sua madrasta, Katya -, cuja fé causa repulsa em Emma e a intriga. Suas incompatíveis personalidades e convicção podem até mesmo pôr em risco o sucesso do único objetivo que têm em comum: encontrar Daniel e trazê-lo de volta em segurança.

Resenha
Muito bem, gente! Esse é o primeiro romance cristão que leio. Sou católica e respeito todas as religiões mas particularmente não sou muito fã de livros religiosos. Não me julguem! Kkkk Isso não quer dizer que esses livros são desnecessários, pelo contrário, ajuda muita gente a entender o universo espiritual. E qual o melhor jeito de evangelizar senão através dos livros, das palavras? Ficção e religião dá uma mistura boa. Então, conheçam um pouco da história deste livro.

Emma Seeger é a típica universitária que trabalha para pagar suas aulas na faculdade. Ela cuida de dois irmãos gêmeos de três anos de idade e ainda trabalha numa cafeteria local para conseguir se manter em um apartamento em Ohio e também manter seus estudos. Ah mas por que ela tem que trabalhar para estudar? Depois que seu pai, Daniel, comunicou a ela que tinha conhecido uma pessoa e que a pediria em casamento logo logo, Emma se sentiu abandonada. Esse sentimento é reforçado quando seis meses após o casamento seu pai e a mulher chamada Katya decidem se mudar para Israel.

Continuar lendo

[Resenha] Cilada Para Um Marquês, por Sarah MacLean

1390-20160812175154Título: Cilada para um marquês
Série: Escândalos e Canalhas, 1
Autora: Sarah MacLean
Editora: Gutenberg, 2016
319 páginas

*Sinopse*
Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares.

Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela.

No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço.

O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada?

Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…

¤ RESENHA ¤
Bom, minha gente, pra começar tenho que admitir pra vocês que o canalha dessa história empolgante não é tão canalha assim. E vocês vão descobrir o porquê lendo o livro, claro!!! Mas vou deixar que vocês sintam o gostinho do drama com essa resenha.

Lady Sophie Talbot é a irmã mais nova das irmãs Talbot conhecidas como as Irmãs Perigosas que ficam a espreita esperando um momento para arranjar um escândalo e prender algum aristocrata através de um casamento. Isso não passa de um preconceito da Sociedade devido ao fato de que o pai delas, Jack Talbot, o Conde de Wight, ganhou seu título em um jogo de cartas pelas mãos do então príncipe. Jack trabalha com carvão e ganha dinheiro através dos investimentos que os aristocratas fazem. Mas antes de se tornar conde ele já era considerado rico pelos resultados de seu trabalho. Lembrando, galera, que a história se passa em 1833 e a revolução industrial na Inglaterra continua ganhando força desde o fim do século XVIII. Entretanto, a aristocracia vê a família Talbot como alpinistas sociais e mesmo com o título não a consideram iguais em superioridade.

Agora, vocês imaginem estar em uma festa e as pessoas ficarem olhando pra você e fazendo comentários nada educados. Não é uma situação em que eu gostaria de estar assim como Sophie não gostaria. Então, é exatamente em uma festa oferecida pela Condessa de Liverpool que Sophie, considerada a irmã menos interessante, a desdivertida (Criaram até uma palavra para caracterizar ela, viram?), se encontra como personagem principal de um escândalo. Sophie empurra o Conde de Haven, marido de sua irmã mais velha Seraphina, em tanque de peixes por ela ter presenciado uma cena em  que ele desrespeitava a irmã. Entretanto, ela não reparou que todos os convidados estavam observando os seus atos. Aproveitando a oportunidades e o sangue quente, Sophie resolve falar umas verdades literalmente na cara da Sociedade. E foge da festa com o silêncio dos convidados.

Continuar lendo